Apresentação

O primeiro Congresso Mundial da Misericórdia

A Misericórdia Divina é fundamental para a compreensão do Cristo Ressuscitado. O Cristo Ressuscitado é a própria Misericórdia. Nas suas aparições aos apóstolos após a ressurreição, Cristo mostra a profundeza de sua misericórdia através de sua paciência, sua pedagogia, seu amor pelas pessoas do jeito que elas são. Isto não é um magistério ; é o Cristo Ressuscitado dizendo para cada um de nós, "é assim que EU sou. É assim que VOCE pode ser". A Misericórdia é o próprio Jesus ! E a Igreja é convidada a reviver e proclamar esta realidade salvadora.
A Misericórdia Divina tem o poder de mudar o mundo. É uma Revolução do Amor capaz de extirpar o mal e no lugar dele semear a bondade. O Papa Bento XVI explica que : "É a misericórdia de Deus tornada carne em Jesus que sozinha pode restabelecer a balança do mundo entre bondade e maldade, começando pelo "mundo" pequeno e decisivo que é o coração humano".

O primeiro Congresso Mundial da Misericórdia

O primeiro Congresso Mundial Apostólico da Misericórdia acontecerá em Roma do dia 2 a 6 de abril de 2008 exatamente três anos após a morte providencial do Papa João Paulo II na vigília da festa da Divina Misericórdia em 2005. O Papa Bento XVI nos relembrou um ano depois que : "O mistério do amor misericordioso de Deus foi o centro do pontificado do meu venerado predecessor".
Inspirado pelo Papa João Paulo II
Aqui estão algumas exortações do Papa João Paulo II para a Igreja Universal se tornar "mais profundamente consciente " e "mais motivada" pelo mistério da misericórdia de Deus em toda a sua missão. (cf. Dives in Misericordia)
" É chegada a hora quando a mensagem da Misericórdia Divina precisa preencher os corações com esperança e se torna a centelha de uma nova civilização : a civilização do amor".
" Fora da misericórdia de Deus, não há nenhuma outra fonte de esperança para a humanidade".
" O limite imposto à maldade é enfim a Misericórdia Divina".
" A Misericórdia Divina é a luz que ilumina o caminho das pessoas do terceiro milênio".
" Como o mundo precisa de entender e aceitar a Misericórdia Divina !"


Com uma mensagem de esperança :

para o mundo

« O que nos trarão os anos que estão diante de nós ? Como será o futuro do homem sobre a terra ? A nós não nos é dado sabê-lo. Contudo, é certo que ao lado de novos progressos não faltarão, infelizmente, experiências dolorosas. Mas a luz da misericórdia divina, iluminará o caminho dos homens e mulheres do nosso tempo.” (Homilia do Papa João Paulo II, canonização de Santa Faustina, 2000)

para a Igreja
"Transmito a mensagem da Misericórdia Divina a todos os homens para que aprendam a conhecer sempre melhor a face verdadeira de Deus e a face verdadeira de seus irmãos. …..Com efeito, não é fácil amar com um amor profundo, feito de autêntico dom de si. Aprende-se este amor na escola de Deus, no calor da sua caridade. Ao fixarmos o olhar n’Ele, ao sintonizarmo-nos com o seu coração de Pai, tornamo-nos capazes de olhar os irmãos com olhos novos, em atitude de gratuidade e partilha, de generosidade e perdão. Tudo isto é misericórdia !" (Homilia JPII, canonização de St. faustina, 2000)

para aqueles que sofrem
“Esta mensagem consoladora da Misericórdia Divina dirige-se sobretudo àqueles que, afligidos por uma provação particularmente dura ou esmagados pelo peso dos pecados cometidos, perderam toda a confiança na vida e se sentem tentados a ceder ao desespero. Para eles o rosto suave de Cristo é oferecido : aqueles raios que partem do seu Coração vão tocá-los, aquecê-los, indicar-lhes-ão o caminho, e os preencherão com a esperança". (Homilia JPII, canonização de St. faustina, 2000)

para todas as Religioes Cristãs
“A Igreja contemporânea está profundamente consciente de que só apoiada na misericórdia de Deus poderá realizar as tarefas que derivam da doutrina do Concílio Vaticano II ; e em primeiro lugar, a tarefa ecumênica que se propõe em unir todos os que crêem em Cristo”. (Dives in Misericordia 13)

para todas as religiões
"Há uma necessidade urgente para todos nós entrarmos na misericórdia recíproca. Uma "palavra comum" que vem de Deus e está nos convidando para isto. O mundo seria menos um deserto se pudéssemos reconhecer a vocação de multiplicar as fontes de misericórdias nos nossos caminhos. E como poderemos duvidar desta vocação se permitimos que o Todo Misericordioso nos chame para a única mesa ; a mesa dos pecadores ?" Fr Christian de Chergé, Prior of Thiberine, Algeiria.

Documents à télécharger